quarta-feira, 11 de abril de 2012

O inferno de Dante !



O Inferno é a primeira parte da "Divina Comédia" de Dante Alighieri, sendo as outras duas o Purgatório e o Paraíso. Está dividido em trinta e quatro Cantos (uma divisão de longas poesias), possuindo um canto a mais que as outras duas partes, que serve de introdução ao poema. A viagem de Dante é uma alegoria através do que é essencialmente o conceito medieval de Inferno, guiada pelo poeta romano Virgílio. No poema, o inferno é descrito com 9 Círculos de sofrimento localizados dentro da Terra. Foi escrito no início do século XIV. Os mais variados pintores de todos os tempos criaram ilustrações sobre esta obra, se destacando Botticelli, Gustave Doré e Dalí.



Divisão

O inferno é formado por Nove Círculos, Três Vales, Dez Fossos e Quatro Esferas. Essa organização foi baseada na teoria medieval de que o universo era formado por círculos concêntricos. O inferno foi criado da queda de Lúcifer do Céu. Lúcifer teria caído em Jerusalém, a Terra Santa, portanto, ali está o Portal do Inferno. O inferno torna-se mais profundo a cada círculo, pois os pecados são mais graves. Portanto os pecados menos graves estão logo no início, e os mais graves no final.

Os Nove Círculos do Inferno:


1) Primeiro Círculo, o Limbo (virtuosos pagãos)
2) Segundo Círculo, Vale dos Ventos (luxúria)
3) Terceiro Círculo, Lago de Lama (gula)
4) Quarto Círculo, Colinas de Rochas (ganância)
5) Quinto Círculo, Rio Estige (ira)
6) Sexto círculo, Cidade de Dite/Dis (heresia)
7) Sétimo círculo, Vale do Flegetonte (violência)
8) Oitavo círculo, o Maleboge (fraude)
9) Nono Círculo, lago Cocite (traição)



Para o Xbox 360, existe um jogo baseado nos nove círculos. 



Postar um comentário