domingo, 10 de junho de 2012

Neymar x Messi x Pelé !


Alguém tem dúvida que Messi é o melhor jogador do mundo na atualidade?

Se duvida é porque não vive neste planeta. Aos que vivem aqui, sabem que nos últimos anos temos presenciado um verdadeiro craque de futebol, um mestre, um gênio com as bolas no pé.

Ontem postei no Twitter que o Pelé está tremendo pois deve perder o posto de rei do futebol.

Esta discussão, assim como o futebol, é antiga. Jamais vamos saber quem era ou será o melhor, pelo simples fato de estes dois gênios terem vivido em épocas distintas.

Pelé foi tri-campeão mundial pelo Brasil e tem mais de mil gols.

Messi não é campeão mundial e ainda não chegou aos mil gols aos seus 24 anos (aliás, ele completa 25 anos agora no dia 24 de junho). Atualmente ele tem 245 gols pelo Barcelona e 33 pela seleção argentina.

Acredito que dificilmente ele chegará aos mil gols porque o futebol de hoje em dia é diferente, onde a preparação física é fundamental para este esporte.

Por isso, que na minha opinião, Messi está sendo melhor que o Pelé (ele que me desculpe).

Os meus argumentos são simples: nas últimas quatro edições da Copa do Mundo, tivemos  quatro campeões diferentes (2010 Espanha, 2006 Itália, 2002 Brasil e 1998 França). Na época do Pelé, foram somente dois campeões (1958 Brasil, 1962 Brasil, 1966 Inglaterra e 1970 Brasil).

Destes países, somente o Brasil venceu nas últimas quatro edições (2002). A última melhor participação da Inglaterra foi em 1990 onde ficou na semi-final.

E a Argentina? A Argentina foi finalista em 1990 perdendo para a Alemanha.

Esta é a esperança da Argentina. Eles enxergam o Messi como o salvador da pátria, mas não é bem assim. Como falei, o futebol mudou, não tem mais moleza. Messi já mostrou na última copa que um jogador sozinho não ganha copa. E a safra de grandes bons jogadores argentinos serve para exportar jogadores ao Brasil mas em termos de seleção, está difícil. E isso que eles virem para o Brasil tem muito a ver com a condição econômico do Brasil em relação a Argentina e ao Mundo.

Esta é a última grande vantagem do Pelé em relação ao Messi. Pelé tinha grandes jogadores ao seu lado (leia-se Rivelino, Gérson, Garrincha, Tostão, Nilton Santos, Bellini, dentre outros).

Mas é lógico que não vi todo este povo aí de cima jogar. Lembro dos últimos jogos do Pelé nos EUA pelo Cosmos (isso eu lembro).

Mas beleza, como no meu mundo atual com muito mais informação distribuída e disponível a todos, considero sim, o Messi o forte candidato a derrubar a supremacia do Rei Pelé.

Ahh, sim, já estava esquecendo de falar sobre o Neymar. Afinal, quem é o Neymar quando se fala de Pelé e Messi? Tem que começar a mostrar na seleção (seja em amistosos ou em jogos valendo alguma coisa pela seleção) porque tem tanta gente achando que ele é um 'Messi' brasileiro.

Os últimos dois encontros dele com o Messi, foram terríveis (Barcelona 4 x 0 Santos ou ainda, Messi 2 + Barcelona 2 e último amistoso entre Brasil 3 x Argentina 4, digo Messi 3 + Argentina 1).

E o Messi nem dá bola ao Neymar na hora de cumprimentar ao final do jogo (vejam foto). Pois é, tem que jogar mais para chegar lá.

Postar um comentário