quarta-feira, 4 de julho de 2012

'San Blas', você já escutou esta expressão?



Pois é, eu não conhecia até conhecer a minha esposa. Simplesmente após eu me engasgar, ela saia com essa expressão. Perguntei a ela o que significava e ela não sabia me dizer.

Mas essa expressão sempre ficou na minha cabeça: que raios significava isso.

E não é que no ano passado, enquanto estava fazendo um trabalho no Argentina, eu me engasguei com algo e um colega argentino me falou: 'San Blas'.

Eu rapidamente perguntei: o que você falou? E a resposta foi a mesma: 'San Blas' !

Expliquei a ele o porquê do meu espanto e ele prontamente me explicou que na Argentina era comum ser falado isso quando alguém se engasgava.





Com a explicação dele fui pesquisar na internet um pouco mais e encontrei mais esclarecimentos:

Blaise de Sebaste , reverenciado como Saint Blaise era um médico, bispo de Sebaste ( Sebastensis armenorum ) na Arménia (agora Sivas , Turquia ), e mártir cristão. Ele viveu como um eremita em uma caverna na floresta de Monte Argeus, que se tornou sua sede episcopal. Ele foi torturado e executado na época do imperador romano Licínio, durante a perseguição dos cristãos no século IV. Seu culto se espalhou pelo Oriente e, posteriormente, pelo Ocidente. Na Idade Média passou a ser contado apenas 35 igrejas de Roma em seu nome. Sua festa é 03 de fevereiro nas Igrejas do Ocidente e 11 de fevereiro no Oriente. É considerado o padroeiro daqueles que sofrem de garganta ( faringe ), e otorrinolaringologistas . É também o patrono da República do Paraguai , em muitas cidades espanholas , e Dubrovnik (Croácia). Nesta cidade, a sua festa é simbólica e quase antigo (que remonta pelo menos ao ano 1190) e foi incorporada em 2009 na lista do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO. Fonte: Wikipedia




Precisei de mais de vinte anos para encontrar a solução para este dilema.

Mas ainda a pergunta de um milhão: como a minha esposa conhecia essa expressão?

Essa foi fácil de matar. O meu sogro é de Bagé, pertinho do Uruguai. Pronto.

Assim como esta expressão, muitas outras que usamos no cotidiano do Rio Grande do Sul, são de origem espanhola devido a nossa proximidade com países de língua espanhola.

Postar um comentário